GOVERNO NOMEIA NOVO PRESIDENTE DO INSTITUTO CHICO MENDES

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 29/03/2012, às 11:03, na categoria Diversos,Legislação,Meio Ambiente

O governo federal nomeou nesta quinta-feira Roberto Ricardo Vizentin para a presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Vizentin comandava a Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente.

A nomeção foi publicada no “Diário Oficial da União” e é assinada pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Rômulo José Fernandes Barreto Mello havia sido exonerado “a pedido” do comando do órgão na semana passada. Ele estava na função desde julho de 2008 e é servidor de carreira da área ambiental do governo.

Segundo a assessoria do ICMBio, o pedido de exoneração  foi enviado antes do carnaval por Rômulo à ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Ainda segundo a assessoria, Rômulo Mello continuará no quadro da instituição.

No início de fevereiro, Paulo Maier foi exonerado da diretoria de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial em Unidades de Conservação do ICMBio. O oceonógrafo Ricardo Soavinski deixou a diretoria de Criação e Manejo de Unidades de Conservação do instituto no início de março. O ministério nega que esteja havendo uma mudança geral na cúpula do ICMBio. 

No começo de março, o ICMBio foi centro de uma polêmica envolvendo uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois de derrubar uma lei que criou o instituto, a corte decidiu que a lei valia um dia depois. Isso porque o ICMBio foi criado por uma medida provisória e o STF decidiu que a mudança no rito de aprovação das medidas provisórias só valerá para as que forem editadas a partir de agora.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário