FILA NA FATMA PARA OBTENÇÃO DE LICENÇAS AMBIENTAIS

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 24/06/2010, às 14:06, na categoria Diversos,Meio Ambiente

Caso não entrasse nenhum pedido de licença, ainda assim a coordenadoria da Fatma em Joinville levaria mais de um ano para dar conta de todo o trabalho. Por baixo, mais de duas mil licenças estão em atraso, isto é, já ultrapassaram o prazo para a concessão, em geral de 120 dias – prazos variam conforme a complexidade do licenciamento. Tem coisa de 2009 ainda na gaveta. Ao todo, são 14 mil procedimentos em análise.

A Fatma de Joinville atende 13 cidades do Norte e Vale do Itapocu. São apenas oito técnicos. Há necessidade de mais geólogos. Teve concurso recente, mas nem todos aprovados atenderam à convocação. Numa dessas, sai novo concurso neste ano, mas é difícil. Para resumir, a estrutura ficará como está por um bom tempo. Além das licenças, a fundação precisa atender ainda aos pedidos de informação do MP (Federal e Estadual) e da Polícia Federal. Foram quase 300 em 2009.

Fonte: Jornal A Notícia – Por Jefferson Saavedra

1 Comentário

  1. Edson Steuernagel disse:

    Estamos certo que ainda se existe algo como: áreas de preservação; animais; aves; nascentes em nossa cidade é porque temos pessoas que trabalham para isto. Se depender do crescimento sem controle já não teriamos mais nada, existe áreas habitáveis e existem áreas que deveriam ser protegidas para que a vida continue. Com esta preocupação várias pessoas debatem sobre uma área de terra que esta em questão para a exploração imobiliária, local lateral da Rua Otto mader, Bairro nova Brasilia, fundos com a rua Servidão são Felipe Neri , propriedade de Lepoldo Rohreger. Esta área contempla de morros, vales,nascentes, mata, bambus, varzea e é refúgio de pequenos animais; aves, pequenas e grandes. Contamos com a vossa atenção para com a questão levantada, isto para que no futuro não nos arrempendamos do que fizemos ou não para melhorar a qualidade de vida de nossa gente.

Deixe seu Comentário