DILMA DEFENDE RENOVAÇÃO DO PROTOCOLO DE KYOTO

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 16/12/2011, às 09:12, na categoria Legislação,Meio Ambiente

A presidente da República, Dilma Rousseff, defendeu nesta terça-feira (6) a aprovação do segundo período de compromisso do Protocolo de Kyoto, que perderá a validade em 2012.

Ela disse esperar que a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 17, em Durban, encontre uma “solução mais adequada em relação ao clima”.

Dilma discursou durante a entrega do 25º Prêmio Jovem Cientista aos vencedores, em cerimônia no Palácio do Planalto.

A COP 17 acontece em Durban, na África do Sul, até 9 de dezembro. A conferência tentará um acordo com os 190 países para assinar o segundo período de compromisso do Protocolo de Kyoto.

“Nós gostaríamos muito que essa 17º conferência do clima aprovasse a segunda rodada do Protocolo de Kyoto. Essa é a posição do Brasil. Nós considerávamos que isso seria essencial.”

Dilma ponderou, contudo, que o Brasil está “vendo uma situação muito problemática” nas decisões até agora tomadas em Durban.

“Esperamos que isso não aconteça. Esperamos que Durban tenha uma decisão mais adequada em relação ao clima”, disse.

A presidente afirmou que o Brasil foi um dos “precursores” em relação à questão climática e lembrou-se da COP 15, em Copenhagen, na Dinamarca, quando o Brasil comprometeu-se voluntariamente a cortar as emissões de gases de efeito estufa entre 36,1% e 38,9% .

“[O clima é] uma questão fundamental para os países e para a humanidade. Nós próprios, em Copenhagen, tomamos a iniciativa de reduzir as emissões de gases de efeito estufa no horizonte de 2020 para 36% a 39%”.

Fonte: Priscilla Mendes/ G1

Deixe seu Comentário