ATACADISTAS BRITÂNICOS FALHAM NA TENTATIVA DE REDUZIR LIXO GERADO POR EMBALAGENS

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 28/09/2010, às 16:09, na categoria Meio Ambiente

Os atacadistas britânicos falharam na meta de diminuição do lixo originado por embalagens. “Eles reduziram 4%, mas levando em conta que houve um aumento de 6,4% nas vendas, não foi o suficiente para chegarmos ao nosso objetivo”, explicou o diretor do programa ambiental Wrap, Richard Swannell.

Houve, porém, um avanço no setor de bebidas, com a redução de embalagem para produtos como garrafas de vinho e líquidos concentrados.

O acordo com os atacadistas foi firmado em 2005 e, segundo o Wrap, evitou-se a circulação de 520 mil toneladas de lixo geradas por embalagens dentro do Reino Unido a partir desse ano.

“As pessoas estão comprando mais coisas. É um desafio constante”, comenta Swannell.

O Wrap, que também é contra o desperdício de alimentos, registrou uma economia de 670 mil toneladas desde 2005. A próxima ação do programa é examinar o ciclo dos produtos, desde a produção até o momento da chegada à mesa.

Brasil produz 18 bilhões de sacolas – No Brasil, o Ministério do Meio Ambiente divulgou, no começo deste ano, que a meta era chegar a uma economia de 1,5 bilhão de sacolas plásticas em razão de campanhas de incentivo ao uso de sacolas reutilizáveis entre os compradores de supermercados.

A produção é superiormente maior: são fabricadas cerca de 18 bilhões de unidades.

No Rio de Janeiro, há multa para supermercados e estabelecimentos de médio e grande porte e os consumidores também são incentivados a abandonar as sacolas plásticas em troca de desconto nas compras. (Fonte: Folha.com)

Fonte: ambientebrasil

Deixe seu Comentário