OPERAÇÃO SIMBIOSE: RÉUS ESPERARAM NO CORREDOR

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 28/02/2012, às 15:02, na categoria Direito Penal,Diversos

A permanência de Marcos e Rodrigo Schoene na sala de audiências da 2ª Vara Criminal durou pouco mais de 15 minutos ontem à tarde. Pai e filho precisaram sair porque as testemunhas pediram para prestar depoimento sem a presença deles. “Me chamaram para vir aqui e agora vou ter que sair?”, ironizou Rodrigo.

A situação foi debatida rapidamente entre os dois advogados de defesa, o promotor Affonso Ghizzo Neto e o juiz João Buch porque Marcos e Rodrigo acabariam perto de outras testemunhas se ficassem da porta para fora – o que contraria os termos do relaxamento da prisão preventiva de ambos.

A solução foi pedir que continuassem no corredor da 4ª Vara Criminal. Assim, os advogados tiveram de deixar a sala de audiências entre um depoimento e outro para consultá-los sobre questões que vieram à tona na audiência.

Enquanto esteve no fórum, Marcos se mostrou diferente de quando havia comparecido à 2ª Vara Criminal logo após passar 18 dias preso, entre setembro e outubro. Esboçou sorrisos, cumprimentou conhecidos e não impediu que o fotografassem. Rodrigo também parecia à vontade, sorrindo e com andar confiante.

SAIBA MAIS:

– A ideia da Justiça é que testemunhas da acusação sejam ouvidas ainda hoje e amanhã; e que as da defesa compareçam nos dias 1º, 2, 5 e 6 de março. Os réus serão interrogados no dia 7.

– Além das mais de cem testemunhas convocadas para depor na 2ª Vara Criminal de Joinville, cerca de 20 testemunhas responderão por meio de carta precatória, por morarem em outras cidades.

Fonte: A NOTÍCIA

Deixe seu Comentário