VEREADORES EM JOINVILLE DISCUTEM O DESTINO DA LINHA FÉRREA

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Simone Brümmer, em 23/02/2010, às 18:02, na categoria Direito Administrativo,Direito Urbanístico

O destino da faixa que a linha férrea percorre em Joinville marcou a primeira reunião ordinária deliberativa do ano da Comissão de Economia. Os vereadores querem saber sobre o aproveitamento dado ao trecho urbano que será inutilizado em dois anos.

Os parlamentares receberam representantes do Ippuj, Seinfra, Promotur, Fundação Cultural e a America Latina Logística, concessionária da ferrovia, além de moradores das margens dos trilhos. “O medo é que no momento que passar o último trem ocorra invasão para moradia irregular”, argumentou o presidente da comissão, vereador James Schroeder.

Sugestões como transformar o espaço em um binário que ligaria as ruas Minas Gerais, Anita Garibaldi e Monsenhor Gercino; aproveitar o trilho para fazer transporte de trem de passageiros de um bairro a outro; e explorar o turismo com passeios de trem foram algumas das sugestões discutidas na reunião.

O tombamento histórico também esteve em pauta. Segundo o presidente da Fundação Cultural de Joinville, Silvestre Ferreira, é importante levar em conta o fator cultural e as regularizações nacionais, já que qualquer contorno ferroviário, com ou sem concessão, faz parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

“Apesar de embrionária, a discussão apresentou perspectivas para projetar efetivamente os próximos passos do espaço férreo de Joinville”, observou Schroeder.

Fonte: Newsletter da Câmara de Vereadores de Joinville

Deixe seu Comentário