UMA COP SUPERLATIVA

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 15/12/2009, às 10:12, na categoria Direito Ambiental

Os números absolutos desta COP impressionam até mesmo os mais céticos quanto a assuntos climáticos. Segundo relatório oficial divulgado pela organização, o número total de participantes passa de 30 mil pessoas, entre delegados oficiais, funcionários de entidades, empresários, ativistas e membros da mídia. Para se ter uma idéia, as negociações em Bali (COP 13, 2007) atraíram cerca de 11 mil participantes, e a reunião do ano passado, em Poznan, teve cerca de 9,3 mil presentes.

DSC_6156-globe_s-297x198

Globo no meio do Bella Center -- foto de www.iisd.ca

Mas a quantidade que mais impressiona nesta COP é de membros de organizações não-governamentais: 20 mil, ou cerca de dois terços do total, divididos em 832 instituições de diferentes partes do mundo. Em Bali, agentes de órgãos da ONU, de organizações não-governamentais ou intergovernamentais somavam cerca de 6 mil membros, quase quatro vezes menos.

E para noticiar tudo isso, cerca de 3,5 mil membros da imprensa mundial foram registrados. A UNFCCC, entidade da ONU que organiza as COPs, irá atualizar os números no último dia da conferência – e eles tendem a ser ainda maiores, já que a atenção será redobrada na próxima semana, quando deverão chegar líderes mundiais para acompanhar as negociações.

A fatia brasileira

A delegação brasileira em Copenhague é composta por mais de 700 pessoas, como informa a Folha de S.Paulo com dados do Ministério das Relações Exteriores. São cerca de 200 empresários e 100 representantes entidades não-governamentais, além de representantes oficiais e membros de organizações setoriais como a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e a CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Especula-se por Copenhague que a delegação brasileira é a maior entre todas as representadas por lá, e tamanha abundância tupiniquim levou a questionamento por parte de deputados da oposição em Brasília. O Itamaraty defende que a maior parte da delegação irá arcar com os próprios custos da viagem (qualquer brasileiro pode entrar com pedido de integração da delegação antes do acontecimento do evento), mas não divulga o número exato nem os gastos com as viagens de membros oficiais.

Informação de Copenhague para o mundo

Considerado o maior evento midiático da história da Dinamarca, o momento mais disputado na área de imprensa do Bella Center é o horário nobre das redes de televisão europeias, quando são ocupados 24 pontos diferentes de transmissão ao vivo.

press_650_2001-300x92

Centro de imprensa na COP -- foto de www.iisd.ca

Para garantir que todos receberão as notícias sem problemas, foi montada uma estrutura composta por 54 câmeras diferentes; 300 quilômetros de cabos; 2,4 mil microfones; 2 mil refletores e 160 repartições temporárias para serviços técnicos.

FONTE: Página 22.

Deixe seu Comentário