DIVERGÊNCIAS NA BASE PODEM AFETAR VOTAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL, DIZ MAIA

Notícias por RSS Compartilhar no Facebook Postado por Brümmer Advocacia, em 12/03/2012, às 17:03, na categoria Direito Ambiental,Diversos,Legislação

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), afirmou nesta sexta-feira que as votações de projetos na Casa, como a do novo Código Florestal, prevista para ocorrer no plenário na próxima terça-feira, poderão ser afetadas devido aos problemas entre base aliada e o governo. Segundo ele, o clima entre o governo e os parlamentares da base é publicamente “ruim”.

“Nós estamos acordados de votar o Código Florestal na próxima terça-feira à noite, numa sessão extraordinária. Mas é público que há um clima que foi constituído esta semana nas relações entre o governo e o parlamento ruim. Vamos ter que avaliar nas próximas semanas quais serão os desdobramentos das decisões que foram tomadas na última semana”, disse o presidente da Casa.

Embora esteja previsto para votação, ainda não há acordo em torno de trechos polêmicos do texto, aprovado no ano passado pelo Senado. O relator do projeto na Câmara, Paulo Piau (PMDB-MG), já afirmou que pretende fazer 28 modificações no texto que foi aprovado no Senado. O governo, por sua vez, afirmou quer manter o texto votado pelo Senado e não deve fazer concessões à bancada ruralista.

Mesmo com os impasses, o presidente da Câmara afirmou que tem “expectativa” na construção de um acordo.

“A minha expectativa e que se possa chegar em um acordo, a um entendimento que leve a votação do Código na terça-feira à noite. É de interesse também a votação do Código o mais rápido possível tanto”, afirmou.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário